Quem somos

A Convenção Batista Pioneira é uma organização religiosa fundada em 15/maio/1910, no interior do RS, e hoje está presente nos Estados do RS, SC, PR, SP e ES. É filiada à CBB e ABM. As igrejas, de forma cooperativa, realizam atividades conjuntas como: encontros, congressos e acampamentos; projetos de ação social; participação financeira pelo Plano Cooperativo, ofertas especiais, adoção missionária e parcerias; campanhas de oração e evangelização, educação cristã e ministerial; e intercâmbios regionais, dentre outras.

Nossa história

Conselho de Planejamento e Coordenação

Milton Tehlen

Presidente

Pr Denis Beuter

1º vice presidente

Pr Jacques Kleiman

2º vice presidente

Pr Wilson Greve

3º vice presidente

Zaira Dhein

4ª vice presidente

Pr Samuel Esperandio

Diretor Executivo

Pr Marcos Lovera

Diretor de Relacionamentos

Rozinete Castro Silva

Presidente da JUFEMI

Mário Preto

Presidente da JEVAM

Mauro Härter

Presidente da JSS

Pr Calos Waldow

Presidente da JEM

Eduardo Wincke

Presidente da JUMAP

Pr Claiton Künz

Diretor da FBP
Presidente da OPBB

Marta Bueno

Secretária Executiva da JUFEMI

Pr Alex Assis

Executivo da JUMAP

Simone Almeida

Executiva da JSS

Pr Thiago Weege

Executivo da JEVAM

Pr Jair Hein

1º Suplente

Pr Milton Beuter

2º Suplente

Equipe da secretaria

Fabiana Silvestrini 

Supervisora Financeira

Roberta Ernst

Secretária Executiva

Sandra Johann

Auxiliar Financeira

Thalyta Mertens

Secretária Administrativa – JUFEMI

Lucinéia Honnef

Secretária Administrativa – JUMAP

Palavra do Presidente

“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união” Salmos 133.1.
Amados irmãos e irmãs, membros ou participantes da nossa Convenção Batista Pioneira. Encerramos mais um ano e no contar do minuto adentramos no ano de 2023 em que, apesar da inquietação que o mundo todo vive, podemos declamar com alegria o versículo acima, pois é muito bom e agradável viver em união com os irmãos. Quero em poucas palavras expressar a minha gratidão a todos os Pioneiros e Pioneiras que de uma ou outra forma se envolveram, alguns com entrega total, no período difícil que vivemos nos últimos anos com a pandemia. Vivemos momentos muito tensos e de muitas incertezas, mas ao mesmo tempo, temos experimentado o profundo cuidado e a fidelidade de Deus para com o seu povo e sua igreja. Quero agradecer as igrejas e as equipes das nossas juntas pela resiliência demostrada, transformando as limitações impostas em oportunidades e retomando as atividades e eventos em tempo recorde. Em 2022, depois de quatro anos, novamente pudemos realizar a nossa assembleia em Florianópolis, ocasião em que tivemos uma demonstração real de como nos faz bem a comunhão e o reencontro com os irmãos. Para 2023, a nossa agenda está completa com todas as atividades e eventos, alguns já acontecendo a todo vapor.
“Proclamemos a verdade ao mundo”. Esse é o tema que nos é proposto para 2023, sob a divisa: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (II Timóteo 2. 15 – ARA). Seria um tema fácil se não vivêssemos o momento em que as correntes filosóficas e os demais ensinos ideológicos orquestrados pelos meios de comunicação e mídia em geral não dissessem aos nossos adolescentes e jovens que a verdade não é absoluta e sim que ela é relativa. As fake news, termo que há pouco sequer conhecíamos, são tão reais e parecem tão verdadeiras que por vezes até colocam em alguns dúvidas sobre a própria verdade. O que então esperar para esse novo ano ou para o tempo em que vivemos? A reposta é clara e absoluta, pois sabemos que a verdade é o próprio Jesus, quando Ele mesmo o diz no Evangelho de João 14.6 – “Eu sou o caminho a verdade e a vida…”. O desafio é esse, que todos experimentemos nesse ano o ensino de Paulo a Timoteo e que possamos nos apresentar a Deus como obreiros aprovados e que manejam bem a palavra da verdade. Vamos todos juntos nesse desafio. Quero encorajá-los a aproveitar o tempo e os meios que temos à disposição para individualmente sermos fortalecidos, e dessa forma fortalecer as igrejas, a Pioneira e o Reino do nosso Senhor Jesus Cristo.
Desejo a todos um feliz e abençoado 2023.

Palavra do Diretor Executivo

O tema anual da nossa Convenção para 2023 invoca um chamamento divino para a proclamação do evangelho, com o entendimento de que a verdade a ser proclamada não são os axiomas da teologia, não são as práticas arraigadas em nossa subcultura denominacional, não são as conclusões do raciocínio lógico, nem mesmo as conclusões retiradas com sabedoria das experiências vividas.
Num mundo em que as verdades são consideradas líquidas, ou seja, tomam a forma do ambiente em que são concebidas ou experimentadas, o imperativo para a proclamação não invoca uma filosofia de vida, seja pelo acúmulo de conhecimentos ou pela teorização de conceitos abstratos, nem mesmo se consolida como uma ideologia, nem à direita nem à esquerda, nem mesmo ao centro.
A vivência numa sociedade tão influenciada pelos valores econômicos, em que a verdade parece estar ao lado de quem aprendeu a especular melhor, que se dá bem quem aposta do jeito certo e o propósito da vida se resume a acumular valores, bens e recursos, proclamar a verdade poderia se confundir com passar conceitos de prosperidade.
Do que se trata, então, a proclamação da verdade? O que significa ser arautos da mensagem divina? Quais são as implicações práticas do anúncio do evangelho?
Primeiramente, proclamação entendida como o anúncio daquilo que se crê implica em uma experiência com a verdade a ser anunciada. Isso ficou caracterizado no episódio de Aimaás e Cusi, arautos que chegaram diante do Rei Davi para anunciar a morte de seu filho Absalão, conforme se lê em II Samuel 18.
Aimaás se prontificou a ir até o rei, insistiu, correu mais rápido, mas não estava devidamente preparado para anunciar a mensagem que desagradaria ao rei. Quando chegou diante do rei e este lhe perguntou: vai tudo bem com Absalão? Ele respondeu: “Vi um grande alvoroço, quando Joabe mandou o servo do rei, e a mim teu servo; porém não sei o que era” (v. 29). Porém, quando Cusi chegou e o rei fez a mesma pergunta, ele respondeu: “Sejam como aquele jovem os inimigos do rei, meu senhor, e todos os que se levantam contra ti para mal” (v. 32). Uma frase apenas foi suficiente para informar a realidade dos fatos e provocar uma reação. Infelizmente aquela era uma mensagem verdadeira, porém de morte!
Às vezes nos prontificamos e insistimos em realizar uma tarefa salutar, que exige dedicação, abnegação, mas não atentamos para I Pedro 3. 15, quando diz: “estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. A nossa mensagem é uma mensagem de vida e esperança!
Portanto, proclamar a verdade ao mundo é conhecer a verdade que liberta e dá esperança por experiência própria, ajudando outras pessoas a não estarem apenas convencidas, mas experimentarem “…o evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê” (Romanos 1. 16).
Você e eu somos chamados a proclamar a verdade do evangelho ao mundo onde vivemos, uma mensagem de esperança e de vida, e para sermos eficazes na proclamação precisamos experimentar a mensagem que espalhamos, pois é o Poder de Deus para todas as pessoas que crêem em Jesus, o Senhor e Salvador!
Aproveitemos bem cada oportunidade para proclamar a verdade em 2023!

Documentos

Calendário de Atividades 2023

O que é planejamento estratégico

Planejamento estratégico 2019-2022

Livro do Mensageiro 2022

Regimento interno

Livro Os Pioneiros 1910-2010

Declaração doutrinária CBB

Estatuto

Livro do Mensageiro 2020

Modelos

Modelos de Slide – Tema anual 2022

Ficha de ingresso na CBB

Ficha de ingresso como igreja na CBPSB

Modelo de concílio e culto de organização de novas igrejas

Modelo de estatuto para igrejas

Modelo manual eclesiástico ou Regimento Interno

Em processo de revisão.

Orientações para organização de novas igrejas

Pedido de desligamento igreja

Pedido de desligamento 2

MENUS

Home

Institucional

Envolva-se

Ação Social

Missões

Igrejas

Mais

CONTATOS

Secretaria Geral

[email protected]

(41) 3284-4650

(41) 99698-7473 - WhatsApp

Financeiro

[email protected] 

[email protected]

Ouvidoria

[email protected]

(41) 98740-1477

Encarregado de Dados - LGPD

[email protected] 

(41) 99698-7475

Rua Elizeu Faria, 157, sobrado 01

Bairro Xaxim

81720-130 – Curitiba, PR